Curso de Psicanálise

Módulo 4
|
16/10 - 8h

Vagas:

Sujeito à lotação

Nenhuma

Restrição:

Local:

Faculdade de Medicina - USP/SP

Coordenador

Dr. Pedro Colli Badino de Souza Leite

DESCRIÇÃO

A psicanálise é um campo de conhecimento teórico-clínico que se detém sobre nossa vida mental inconsciente. Isso significa dizer que, neste instante, enquanto lemos este texto, pensamos e sentimos coisas das quais não temos ciência, mas apenas notícias ocasionais. Por todo o lado e a todo tempo, onde há interação humana há vida inconsciente que nos pressiona de uma forma ou de outra, sem o nosso pleno entendimento do que se passa. E mesmo que tais conteúdos não nos sejam acessíveis a priori, eles seguramente influenciam as formas possíveis de nossa existência e de nossas relações. Na medicina não seria diferente, dado que a prática médica é sempre uma prática de cuidados entre seres humanos, através de um vínculo específico chamado relação médico-paciente. E é justamente na intimidade desse vínculo que certos fenômenos inconscientes tomam coragem e se manifestam com intensidade especial, tornando o gesto hipocrático condensado e sobredeterminado de sentidos. Em inúmeros casos esses eventos não atrapalham o ato médico, pelo contrário, contribuem de forma subterrânea na terapêutica possível de cada paciente. Em outros, encontramos o tectonismo das profundezas perturbando o bom andamento da prática clínica de superfície. Seja como for, aquele que se detiver sobre esse saber será recompensado com um ofício médico mais vivo, mais interessante para si e para seu paciente. No entanto, este tipo de conhecimento cobra um custo alto, a saber, a dor e o desprazer de se olhar de frente.

Esta seria uma introdução suficiente, não fossem o progresso tecnológico-científico e a mercantilização da medicina, dois personagens desde sempre presentes como possibilidades de esvaziamento subjetivo da arte médica. Gerações e mais gerações de médicos ouviram, ouvem e ouvirão as mesmas recomendações. Cuidado com a ultra-especialização e a figura do ultra-especialista desalmado. Cuidado com o avanço científico que trata mais e mais doenças, mas que se esquece da pessoa do doente. Cuidado com a lógica do lucro que nos leva a aceitar cada vez menos minutos para estar com um paciente. Seja em uma época ou em outra, com a balança pendendo mais para cá ou para lá, os avisos parecem se confirmar ao longo de cada período, e sempre encontramos pacientes pouco à vontade de se tratar com tais estereótipos, deformações da silhueta médica. Sendo assim, esse curso de psicanálise pretende discutir nossa vida mental inconsciente dentro da relação médico-paciente, que se apoia em uma atitude específica do aluno/médico, e de fatores que se encontram na resposta do paciente a tal atitude. Através de vinhetas clínicas comentadas, serão introduzidos e discutidos conceitos como: inconsciente, psicossexualidade, jouissance, repressão, recalque, transferência, contratransferência, reação terapêutica negativa, trauma, simbolização, etc. O curso não se destina apenas àqueles já familiarizados com a invenção freudiana, mas sobretudo para o universitário contaminado por alguma curiosidade a respeito da psicanálise e para o estudante que almeja ampliar o horizonte de sentidos do que significa ser médico.

INFORMAÇÕES GERAIS

quando?

16/10 - 8h
Módulo 4
|

VAGAS

Sujeito à lotação

RESTRIÇÕES

Nenhuma

LOCAL

Faculdade de Medicina - USP/SP

INVESTIMENTO

R$ 55,00 (Externo) e R$ 35,00 (FMUSP)

mural de avisos 

Postaremos avisos sobre esta atividade aqui no mural!